Uma viagem pelas crateras do Sistema Solar

Updated: May 2


Uma herança bela e vertiginosa deixada por imponentes asteroides.


As crateras do planeta Terra são, frequentemente, evidências de violentas explosões causadas por mão humana que, muitas vezes, se situam em locais de destruição ambiental, urbana ou civilizacional. Existem, porém, outras crateras no Universo, presentes em vários mundos, inclusive no nosso, e que são obras da própria dinâmica do cosmos. A estas crateras atribuímos o nome de deuses, mitos, escritores, ou personagens de Shakespeare. Pela lente da astronomia, estes fenómenos parecem servir para homenagear inúmeras "explosões criativas" da história do Homem.

De Urano a Mercúrio

Se passearmos o olhar pelos mundos do sistema solar, vamos encontrar um largo histórico de impactos ao observarmos as superfícies dos seus corpos sólidos:


  • Se começássemos de fora, por exemplo, por Urano, veríamos as crateras da sua imponente lua Oberon. Em Saturno, saltavam-nos à vista as luas Enceladus, Rhea e Europa.

  • Descendo para Júpiter, destacam-se as crateras de Ganimedes, a maior lua do sistema solar, e sua irmã Calisto.

  • No cinturão de asteróides, passaríamos pelo retalhado protoplaneta Vesta, o corpo mais volumoso do nosso sistema solar a seguir ao planeta anão Ceres.

  • No nosso bairro, talvez a nossa Lua seja o corpo com crateras que mais nos chamaria a atenção. Mercúrio é o exemplo final desta acidentada odisseia pelo espaço.

Crateras com personalidade

Como é hábito, gostamos de nos relacionar intimamente com o Universo, e as crateras não são excepção. Damos-te alguns exemplos das individualidades que espalhámos pelo cosmos:


Mercúrio - A maioria das crateras de Mercúrio têm o nome de escritores, artistas e compositores terrenos. À data de 2020, existem 413 crateras identificadas, entre elas: Beethoven, Dali, Disney, Tolkien, e até a pintora portuguesa-francêsa Maria Vieira da Silva. Todas as novas crateras de Mercúrio devem levar o nome de um artista que foi famoso por mais de 50 anos, e que terá falecido há mais de 3 anos antes da data da nomeação.

Ariel - Esta lua de Urano apresenta duas fases distintas de "bombardeamentos". As crateras assumem nomes do folklore checo, da literatura francesa e de diversas mitologias.


Phobos - Esta lua de Marte honra personagens das viagens de Gulliver e vários importantes astrónomos, como Édouard Roche, Iosif Shklovsky e Asaph Hall (o descobridor de Phobos).

Vénus - As crateras de Vénus acima de 20km de diâmetro elogiam mulheres famosas. Podemos observar Jane Austen, Cleópatra, ou Simone de Beauvoir.

Titã - A lua Titã reúne divindades de mitologias de vários continentes: Beag (celta), Selk (Egipto) e Afekan (Nova Guiné) são alguns exemplos.


Lua - A maior cratera da Lua é relativamente recente e chama-se Tycho, em homenagem ao cientista Tycho Brahe, conhecido como o último astrónomo que estudou os céus sem recorrer ao telescópio. As restantes crateras lunares são homenagens a outros humanos notáveis, nomeadamente, a falecidos cosmonautas russos (em redor da Mare Moscoviense) e americanos (em redor da cratera de Apollo).


Fig. 1 - Mosaico de crateras no interior da cratera Rembrandt, em Mercúrio (a imagem tem cerca de 1000km de largura e a cratera principal tem cerca de 700km).

Fig. 2 -Vista oblíqua da cratera Newton durante a estação quente, em Marte (modelo 3D)

Fig. 3 - Crateras de Iapetus, lua de Saturno, fotografadas pela sonda Cassini. Candidata a Imagem do Ano 2007.



Uma ordem padronizada

Estas regras de nomenclatura são estabelecidas actualmente pelo Grupo de Trabalho para a Nomenclatura do Sistema Planetário da IAU (International Astronomical Union). Nele estão representados cientistas dos 5 continentes que zelam pela pesquisa e educação para a astronomia em cooperação internacional. As regras pretendem encontrar um padrão repetível para a nomenclatura destes impactos, ao mesmo tempo que servem de homenagem a pessoas ou personagens que "impactaram" a nossa história.

Na Wikipédia, existe um registo bastante extenso de todas as crateras actualmente registadas. Podes procurar pelo teu ídolo nas estrelas, seja ele músico, cientista, ou uma personagem da Disney.


Gostaste desta viagem? Em breve falaremos mais sobre estes eventos no blog.


Imagens:

  • Capa - Cratera Vitória, em Marte. https://www.pikist.com/free-photo-sjzep

  • Cratera Rembrandt - NASA/Johns Hopkins University Applied Physics Laboratory/Smithsonian Institution/Carnegie Institution of Washington, Public domain, via Wikimedia Commons

  • Cratera Newton - NASA/JPL-Caltech/Univ. of Arizona, Public domain, via Wikimedia Commons

  • Crateras em Iapetus, Saturno - NASA/JPL/Space Science Institute, Public domain, via Wikimedia Commons


Fontes web:

19 views0 comments

Recent Posts

See All